09 abr. 22ㅤㅤ Santa Catarina, Brasil

Balneário Camboriú + Beto Carrero World

Em fevereiro, viajamos para Balneário Camboriú - Santa Catarina.
Fomos de avião partindo de Guarulhos, o voo foi bem rápido, coisa de 40 minutos, e desembarcamos em Navegantes (Balneário não possui aeroporto). De Navegantes para Balneário foi bem rapidinho também: você sai na calçada e já tem vários motoristas falando com você. Conversamos com um deles, acertamos um valor e fomos. 

Ficamos num Airbnb legal, bem completo e bem localizado perto da Avenida Atlântica, que é basicamente o cartão postal de Balneário: aquela orla enorme de prédios altos. Mais tarde na viagem, descobri o exato comprimento dessa orla – não apenas em quilômetros, como também em minutos andando a pé HAHA  durante o segundo perrengue da viagem, haha. 

O nosso airbnb ficava no lado sul da orla, perto do Parque Unipraias. Dependendo do tipo de viajante que você é, recomendo se hospedar no outro lado da orla, mais perto da roda gigante, onde é mais agitado, tem mais restaurantes, bares e atrações noturnas. O lado sul é basicamente deserto a noite.

Praia Central (Av. Atlântica), após às 16h

O alargamento da faixa de areia na Praia Central ficou meio estranho visualmente, parece que a praia ficou feia HAHA, mas acredito que era realmente necessário. Depois das 16h, o sol já tinha se escondido totalmente atrás dos prédios, mas ficamos sabendo que antes do alargamento às 14h já não tinha mais sol. Também havia o problema de a avenida ser invadida pela água do mar, um motorista de uber nos contou que a rua ficava alagada quando a maré subia.

A praia central não é tão empolgante. Em geral, é bem vazia, tranquila e sem ondas. Praticamente não tem o que consumir, se você você é dessas pessoas que gosta de tomar cerveja na beira da água essa praia não é para você. É mais o tipo de praia onde o morador da cidade vai quando sai de casa com uma cadeira debaixo do braço para ficar na areia, sabe? 


Parque Unipraias + Laranjeiras

O Parque Unipraias é um dos passeios que eu acho que você realmente precisa fazer. O parque fica numa montanha e é nele que estão o bondinho e a tirolesa, além de um trenzinho, um trenó e 2 mirantes para você admirar a vista lá de cima. O bondinho é jeito mais legal de ir até a praia de Laranjeiras, que fica do outro lado do Unipraias. Você também pode ir de carro até ela, dando a volta, mas é menos legal dessa forma, HAHA.

Cantinho de um dos mirantes no Unipraias

Aliás, quase tudo em BC custa entre R$40 e R$70 para conhecer. Acho que a única atração que é de graça é a Passarela da Barra, que na verdade é um meio para você atravessar o rio e chegar no bairro da Barra. É mais um "meio de transporte" do que um ponto turístico, assim como o Elevador Lacerda na Bahia, sabe?

Lá perto do nosso airbnb também fica o aquário, mas meus companheiros de viagem não quiseram ir, haha #chora. Também custa em torno de $70 para visitar.

Vista aérea (do bondinho) da praia de Laranjeiras

Visitamos o Unipraias num sábado e não recomendo, HAHA. Eu sou o tipo de turista que prefere o lugar mais vazio possível, o que geralmente não acontece aos sábados, né? Tínhamos a ideia de ir na tirolesa, mas a fila tava enorme, então desistimos e fomos para Laranjeiras. 

A praia de Laranjeiras é ótima. É bem pequena – como praticamente todas as praias de BC –, porém é linda, água bem verdinha, super gostosa. Recomendo muito passar uma tarde lá.



FG Big Wheel (Roda Gigante)


A roda gigante era um passeio que eu queria muito fazer, pois sou ligeiramente criança e amo roda gigante 🖤 🎡 

O ingresso custa R$50 por pessoa e foi bem tranquilo, a fila estava curta. Em fevereiro, ainda era obrigatório o uso de máscaras em ambientes fechados e as medidas de segurança ainda não tinham afrouxado, então tivemos a cabine só para a gente. A cabine é redondinha com bastante vidros em todos os lados, permite uma visão bem panorâmica.

Um detalhe se você é medroso: a cabine balança muito! Eu fui só com o boy e tive que obrigar ele a sentar do lado oposto para equilibrar, porque com os dois do mesmo lado a cabine deu um giro de 45 graus. Não sou cardíaca nem católica, mas deus me livre, HAHA.


Pessoalmente, recomendo ir na roda gigante durante o pôr do sol ou a noite, porque a visão é basicamente a mesma que você vai ter no bondinho, mesmo que fiquem muito distantes um do outro. 

A roda gigante fica no extremo oposto de onde nos hospedamos e aqui começa um dos perrengues que passamos. Em Balneário não tem transporte público, não existe ônibus, o máximo que vai ter é o bondindinho, que é um ônibus meio turístico que transita pela Av. Atlântica. Mas eu só vi ele passar 1 vez durante os 4 dias da viagem e sinceramente, não acho que vale a pena. Se você quer transitar pela orla, recomendo alugar bicicleta ou triciclo, é bem comum por lá.

Fomos de uber até a roda gigante, mas na volta tivemos um problema com o celular e não pudemos chamar outro para ir para casa, então resolvemos voltar a pé. Demorou 1h30 para atravessar a orla inteira, que eu descobri que tem 6km de extensão. Chegamos mortos, thank you very much

Esse foi o segundo perrengue da viagem. O primeiro foi ter ficado trancados para fora do apartamento porque esquecemos a chave dentro. Tivemos que esperar 1h para a dona enviar o código da fechadura digital, mas ela mandou errado. Então tivemos que esperar mais 1h até ela mandar o código novamente, HAHA.
*insira aqui aquele gif de um senhor colocando a máscara de palhaço*


Beto Carrero World


O parque do Beto Carrero fica na cidade de Penha, bem próxima a BC, então é um passeio fácil de chegar. Fomos e voltamos de uber. Compramos o ingresso pelo site para a segunda-feira, morrendo de medo de pegar filas imensas. Custou R$125 por pessoa. A dica é sempre comprar pelo site com 1 ou 2 dias de antecedência para pagar esse valor, pois na hora vai ser muito mais caro.

O parque é bem grande. Mesmo. Enorme. Você vai andar para caramba lá dentro, então calça um tênis confortável. Não recomendo ir com look do dia para postar no insta porque seus pés não vão aguentar se você for de sandalinha, haha.

É um parque bem family friendly, com muito apelo para crianças mesmo. Apesar de ter brinquedos radicais, tem muitos shows e apresentações, muitas atrações infantis. Fomos em fevereiro e tava tendo um show chamado Natal do Shrek (? sim, pois é). 

Os brinquedos são bem legais. Eu nunca tinha ido numa montanha-russa e lá puder ir duas vezes, em duas diferentes. Eles tiram fotos suas durante a volta no brinquedo para te vender depois, obviamente. Eu saí tenebrosa na foto, junto com um amigo, então o boy comprou só para ter registrada a nossa humilhação, já que ele saiu pleníssimo. Eu saí muito feia na foto, real, oficial (não vou postar, nem peça haha). Toda vez que lembro penso na Ursúla da Pequena Sereia. Eu saí igualzinha a ela. Pode matar que é bicho. 
 
Também fomos naquela torre que sobe devagarzinho e simplesmente solta do nada. A gente desce, mas a alma fica lá em cima. Inércia, cês sabem, né? Eu amei esse troço, foi meu favorito, queria ter ido mais uma vez.

Um outro brinquedo terrível é um tipo de chapéu-mexicano que gira para todos os lados como se tivesse possuído pelo ritmo ragatanga. Ele faz movimentos de rotação e translação ao mesmo tempo. Uma mulher começou a gritar PARA PELO AMOR DE DEUS! EU NÃO AGUENTO MAIS!!! Quando descemos do brinquedo, vimos que a mulher estava desmaiada 👍  HAHA. 

Eu adorei os brinquedos, sério. Tinha medo de ser dessas pessoas que desmaia na montanha-russa, ainda bem que não. Mas também andei em todos de olhos fechados, HAHA. Numa próxima visita, vou simplesmente dar mais voltas em todos os brinquedos porque só fomos uma vez em cada para poder conhecer todo o parque. 


Zoológico

Dentro do parque tem um zoológico, o que eu não sabia que tinha. Eu tenho sentimentos conflitantes com zoológico porque sempre fico pensando "poxa, os animais presos", mas dia desses vi uma pessoa falando que zoológicos ajudam na preservação de espécies e também cuidam de animais que já não podem voltar para a natureza, então sigo em conflito. De qualquer forma, fomos lá ver os animais. 
Tinha girafa, elefante, tigre...
Tinha jacaré também, mas esse ninguém viu haha.


Ficamos muito impressionados com o tigre. Cês já viram um de perto? Não tinha noção de que era tão grande! Por foto não dá para saber o tamanho real, é um animal lindo, com certeza.
 

 


Fui para BC e...

...gostei bastante! Acho que vale a pena conhecer.  Em geral não achei um lugar caro, só a questão dos passeios mesmo, já que a imensa maioria é paga.

Balneário Camboriú é uma cidade muito limpa, tanto do lado da Av. Atlântica quanto do outro lado do rio, no bairro da Barra. Eles fazem coleta seletiva, simplesmente não tem lixo na rua. Esses foram os dois locais que conhecemos, pois ficamos transitanto por perto de onde estávamos hospedados, então não posso opinar sobre o lado norte e outras localidades da cidade.

Queria ter conhecido Bombinhas, mas sem estar de carro acaba sendo um pouco chato se locomover para as cidades vizinhas. 

Fomos na sexta e voltamos na terça cedinho, acho que ficar mais alguns dias por lá seria bacana.


⧫ ⧫ ⧫

Percebi que o post ficou muito grande, mas não quis separar em duas partes porque eu detesto quem faz isso. Minhas skills como fotográfa também não estão muito boas, eu sou uma turista cansada..., HAHA. Durante a viagem não liguei muito, mas agora na hora de escrever senti falta de fotos melhores. Vamos desculpando qualquer coisa (:

Obrigada por ler esse relato gigantesco.
Até já (;
Aviso aos astronautas

Eu decidi manter os comentários do blog fechados, mas isso não quer dizer que não vou adorar saber caso você tenha algo para comentar. Se quiser conversar comigo, use a página de contato do blog ou me @ lá no twitter.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *